Conheça 5 motivos comuns para a não aprovação de crédito.

7 minutos para ler

Se você está precisando de dinheiro, seja para pagar dívidas, seja para realizar algum investimento, deve estar considerando fazer um empréstimo, não é verdade? Dito isso, é importante saber que o processo de análise para aprovação de crédito das financeiras e instituições bancárias passa por uma série de critérios.

Ter um histórico ruim de crédito, não pagar as contas em dia e ter restrições no nome são apenas alguns dos motivos pelos quais você pode ser recusado. Afinal, os órgãos de proteção ao crédito são bastante cuidadosos, já que o Brasil tem uma das maiores taxas de inadimplência do mundo.

Preparamos este conteúdo para que você entenda como funciona a aprovação de crédito, quais os motivos pelos quais as pessoas não conseguem a liberação do benefício e o que fazer para aumentar suas chances. Continue a leitura para conferir!

Como funciona a aprovação de crédito?

Quando um indivíduo solicita um empréstimo a uma instituição financeira ou um banco, um processo de análise é iniciado com a finalidade de garantir que ele terá, de fato, condições de arcar com as prestações do valor solicitado. Essa avaliação é feita com base em quatro parâmetros:

  • renda mensal;
  • valor a ser liberado;
  • número de parcelas;
  • taxa de juros.

A instituição precisa se certificar de que receberá de volta o dinheiro investido, sem que a pessoa comprometa toda sua renda com o pagamento das prestações.

Quais critérios influenciam a aprovação?

Entre os parâmetros que determinam se você conseguirá ou não ter aprovação de crédito, podemos citar:

  • perfil de crédito — o banco precisa saber como é o seu relacionamento com o mercado;
  • restrições no nome;
  • dados cadastrais — todas as informações pessoais são checadas, como profissão, renda, CPF, estado civil, endereço etc.;
  • renda — o objetivo é analisar quanto de sua renda pode ser comprometido para o pagamento das parcelas do empréstimo.

Quais os principais motivos para não ter aprovação de crédito?

Agora que você já entende como funciona uma análise para liberação de empréstimo e quais os critérios utilizados como base, mostraremos os principais motivos que podem fazer com que você não consiga ser aprovado na hora de solicitar crédito.

1. Histórico de crédito

Ainda que seu nome esteja limpo agora, o fato de, em algum momento, você já ter sido negativado por conta de dívidas não pagas pode ser uma das razões para a recusa e a perda de confiança. As instituições bancárias buscam esse tipo de informação antes de conceder crédito aos seus clientes.

Sendo assim, se você limpou o nome recentemente, talvez precise esperar um tempo até solicitar uma nova proposta. Lembre-se: é de interesse das instituições financeiras que seus clientes mantenham o mercado ativo, por isso, basta ter paciência.

2. Pagamento de contas com atraso

Infelizmente, algumas pessoas têm o hábito de deixar para pagar suas contas no último momento ou, até mesmo, alguns meses após o vencimento. Optam, muitas vezes, pela negociação dos débitos.

Isso não significa, necessariamente, que seu nome ficará sujo por inadimplência. No entanto, esse tipo de informação fica registrado no sistema e pode ser uma das causas para não aprovação de crédito.

Powered by Rock Convert

3. Sem nome na praça

Você sabia que não é apenas o nome sujo nos órgãos de proteção ao crédito que pode influenciar sua situação? As financeiras e os bancos têm interesse em indivíduos que contribuem com o cenário econômico do país, movimentando dinheiro por meio de compras.

Dado o contexto, o fato de ter um CPF que não faz movimentações pode representar baixa confiança em um processo de análise de crédito. Ainda que a renda mensal seja alta e não existam pendências no nome, para os bancos, você é um desconhecido.

É por isso que o próprio Serasa criou um sistema de pontuação de score, no qual você pode criar o Cadastro Positivo. Nele, o consumidor informa todos os seus pagamentos de faturas de cartão de crédito, contas de consumo, entre outras contas, que somam pontos positivos e elevam o score.

4. Restrições no nome

O motivo mais comum que impede a aprovação de crédito é o famoso “nome sujo”. O termo é utilizado pelo fato de que, quando um indivíduo não paga suas contas em dia, seu nome e CPF são incluídos em um banco de dados, que fica à disposição das financeiras para análise. Isto é, seu nome fica “sujo”.

Pela perspectiva de quem emprestará o dinheiro, faz sentido não aprovar crédito e gerar mais dívidas para alguém que, obviamente, não está dando conta de arcar com suas responsabilidades financeiras. Além disso, as restrições no nome não estão relacionadas somente às suas pendências em aberto.

Uma análise de crédito leva em conta, também, a renda mensal, o histórico de transações bancárias e o índice de quitação de dívidas. Todas essas informações formam um perfil financeiro, que é analisado por algoritmos, indicando matematicamente se vale ou não a pena emprestar dinheiro para esse indivíduo.

5. Falta de documentação ou dados incorretos

Se você não está conseguindo aprovação de crédito, mesmo que esteja cumprindo com todas as exigências citadas anteriormente, o que pode estar acontecendo é um erro em seus dados cadastrais.

Ao solicitar crédito, tanto para um empréstimo quanto para um novo cartão, é imprescindível que todas as informações estejam preenchidas corretamente, em especial, aquelas que estão relacionadas à renda. Isso porque o banco emissor analisará todos os seus dados — quando você enviar uma solicitação — e, se encontrar divergências, o pedido será cancelado automaticamente.

Dicas de como aumentar as chances de aprovação de crédito

Por fim, algumas dicas práticas para evitar ser recusado pelos bancos na hora de solicitar um empréstimo são:

  • mantenha o nome limpo;
  • pague suas contas sempre em dia;
  • não atrase as faturas do cartão de crédito;
  • abra um Cadastro Positivo para manter seu Score do Serasa em pontuações elevadas;
  • evite fazer novas dívidas — a cada vez que você solicita um novo cartão de crédito (ou aumento do limite), seu nome fica disponível no sistema dos órgãos de proteção.

Como você pôde conferir neste conteúdo, a aprovação de crédito passa por um processo rígido de análise de dados para que as instituições financeiras se certifiquem de que receberão o valor investido de volta. Portanto, para garantir a liberação do dinheiro, é fundamental que você mantenha seu nome limpo e, se possível, seu cadastro positivo sempre ativo.

O assunto abordado neste artigo foi útil para você? Então, siga-nos em nossas redes sociais para receber mais conteúdos informativos como este! Estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário