Como usar a Antecipação de Recebíveis para salvar o seu negócio

Em um mercado extremamente competitivo, que sofre com a retração da economia, cumprir todas as obrigações financeiras do negócio se torna uma tarefa cada vez mais difícil.
E para evitar que o negócio paralise em meio às dívidas, os empreendedores acabam buscando soluções alternativas para o problema, e uma das mais utilizadas é a antecipação de recebíveis.
As razões que levam à empresa a precisar dessa solução são muitas, desde erros de planejamento, redução nas vendas por causa das dificuldades econômicas do país ou até mesmo a sazonalidade. Mas se for utilizado da maneira correta pode ser benéfico para a empresa.

O que é antecipação de recebíveis?

É uma alternativa para obter capital em curto prazo para a empresa. Através desse recurso é possível transformar compromissos de compra e venda, duplicatas, cheques pré-datados e vendas parceladas no cartão de crédito ou no carnê, em recursos financeiros imediatos.
É uma forma de o empreendedor conseguir pagar as obrigações financeiras de curto prazo da empresa. O dinheiro que a empresa receberia no futuro se torna caixa no presente.
A antecipação de recebíveis é possível por que securizadoras, factorings ou instituições financeiras assumem a responsabilidade pelo recebimento futuro dos títulos antecipados.

Como funciona a antecipação de recebíveis?

As instituições financeiras pagam à empresa de maneira antecipada o valor de cheques pré datados, duplicatas, e parcelas de cartão de crédito, e cobram taxas de juros, assim como outras tarifas, para compensar os créditos recebíveis.
Por sua vez, a instituição que antecipou os títulos, assume o recebimento dos valores que foram antecipados.
É essencial que a empresa analise as taxas de juros cobradas e as outras taxas, para prevenir surpresas desagradáveis quando chegar a hora de pagar a operação.
O ideal é que a empresa crie um plano financeiro para os meses subsequentes à operação para que seja contabilizado o custo a ser coberto pelo adiantamento.
E a última ação necessária é a baixa dos títulos liquidados no plano financeiros criado pela sua empresa, para manter a organização financeira, aumentando a segurança das operações e reduzindo os riscos de comprometimento dos recursos recebidos.

Vantagens em se utilizar da modalidade

  • Juros mais baixos
Se compararmos com outras linhas de crédito disponíveis no mercado, a principal vantagem é que, por ser uma antecipação de algo que a empresa já possui o direito a receber, a instituição financeira pode oferecer taxas de juros mais baixas do que as praticadas em outras linhas de crédito.
Além disso, a empresa usa valores que já existem no próprio negócio e não aumenta o comprometimento financeiro da empresa.
  • Maior rapidez na liberação dos recursos
Como existe uma garantia, as instituições que negociam a antecipação de recebíveis liberam os recursos de maneira mais rápida e menos burocrática, o que permite a negociação de vantagens com os fornecedores.

Quais são os riscos?

  • Inadimplência dos clientes: no caso de inadimplência do cliente, a responsabilidade de pagar à instituição financeira será da empresa, podendo ainda ser acrescido multa e juros pelo atraso.
Além disso, é preciso avaliar quais pagamentos serão melhores para serem antecipados. Para isso a empresa deve avaliar a garantia de recebimento dos valores, pois, caso o cliente não honre com a obrigação, o banco não receberá o dinheiro e poderá aplicar restrições em nome da sua empresa. E nesse caso, para reverter a situação de inadimplência você terá que cobrir o valor em aberto.
Dessa forma, é essencial que você considere a reputação, o perfil e, principalmente, o histórico de inadimplência do seu cliente.
  • Frequência: como se trata de uma operação de juros baixos e facilidade de acesso, a empresa pode acabar caindo na armadinha de usar esse recurso como um “tapa buracos” e mascara problemas de caixa da empresa, relacionados à má gestão do negócio.

Qual é a melhor forma de utilizar a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis deve ser usada nas seguintes situações:
  • Quando os pagamentos a fornecedores tiverem data de vencimento anterior ao recebimento dos clientes;
  • Quando a empresa precisar de mais capital de giro
  • Para cobrir operações com juros mais altos
  • Para atender aumento de demanda causado por sazonalidade
A identificação das situações ideais para usar a antecipação de recebíveis só é possível através do planejamento financeiro, que gera a projeção de caixa. Caso contrário, provavelmente sua empresa resolverá um problema hoje, mas causará um ainda maior no futuro.
Agora que você já entendeu como funciona a antecipação de recebíveis pode utilizar de maneira correta esse recurso em sua empresa. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato que podemos ajudar você.

4 comentários sobre “Como usar a Antecipação de Recebíveis para salvar o seu negócio”

    1. Olá Marinaldo! Ficamos felizes por saber disso! Entre em nosso site e conheça nossos serviços de antecipação de recebíveis!

Deixe uma resposta