A Fintech das Micro e Pequenas Empresas negativadas

4 minutos para ler

Leandro Zen se apaixonou pelo mercado financeiro desde a sua graduação em Economia, ele alternava a vida de estudante entre a vida de aplicações na Bolsa, durante os intervalos, com apenas 18 anos. Quando ingressou no mercado de trabalho começou a observar os gargalos das Micro e Pequenas Empresas (MPEs), e o mais evidente era a falta de acesso ao crédito. Ele questionou, “como podia, as MPEs, que são 99% dos CNPJs do Brasil, e geram a maioria dos empregos formais, possuírem tantas burocracias, e ainda terem dificuldade em conseguir dinheiro para se manterem na ativa?” Ele decidiu que iria pegar para si esse problema e o definiu como propósito de vida: dar acesso ao crédito para todos os Micro e Pequenos Empreendedores, independentemente de estarem à margem do sistema financeiro, ou não.

Assim, com 22 anos, ele foi se aventurar no mercado de factoring, sendo um dos mais jovens fundadores desse segmento no Brasil. No ano de 2012 viu a necessidade de abrir sua própria empresa, a FinTech Size, hoje já com quase 7 anos de existência. Nada foi fácil, mas ele não tinha dificuldade de mudar para um plano que resolvesse mais rápido e melhor o problema de acesso ao crédito. Analisando cada vez mais a dor do cliente e os seus sonhos, chegou hoje em soluções que abarcam do carro chefe – antecipação de recebíveis -, até maquininha de cartão e conta digital de pagamento. “Nosso time na Size não pensa só em lucro. O nosso principal objetivo é acabar com o aborrecimento do pequeno empresário e revolucionar o mercado de crédito direcionado a esse público. É um grande desafio, mas isso só quer dizer que temos muito trabalho pela frente.

A Size já atendeu milhares de clientes e atua em todo território nacional, com volumes financeiros chegando na casa de bilhões. Atender todo o Brasil só é possível graças a digitalização das operações, tudo através da plataforma desenvolvida pela própria empresa. Até mesmo as empresas mesmo que estão ainda mais à margem do sistema financeiro, também tem vez com a Size.

Como funciona a alternativa mais rápida de acesso ao crédito?

A antecipação de recebíveis é uma alternativa para obter capital em curto prazo para a empresa. Através desse recurso é possível transformar compromissos de compra e venda, duplicatas, cheques pré-datados e vendas parceladas no cartão de crédito, em recursos financeiros imediatos. É uma forma de o empreendedor conseguir pagar as obrigações financeiras de curto prazo da empresa. O dinheiro que a empresa receberia no futuro se torna caixa no presente. A antecipação de recebíveis é possível porque empresas de Fomento Comercial (Factoring, Securitizadora e FIDC), como é o caso da Size, assumem a responsabilidade pelo recebimento futuro dos títulos antecipados.

Para o Micro e Pequeno Empreendedor começar a usar o serviço é bem simples, é só entrar no site, inserir o CNPJ, e-mail e telefone e se cadastrar, os dados se preenchem quase que sozinhos, devido a plataforma inteligente e que conta com inteligência artificial para agilizar todo o processo. Uma das colaboradoras do time de Felicidade do Cliente entrará em contato rapidamente para esclarecer qualquer dúvida, após o envio dos documentos e envio de simulação de um título futuro, você recebe o retorno em até 2 horas, sim, muito rápido!

A esperança para Micro e Pequenas Empresas

A fintech abriu a oportunidade para que as empresas a margem do mercado financeiro, fossem, enfim, atendidas. O Brasil tem 15 milhões de MPEs e mais de 5 milhões estão negativados, segundo o Serasa e a reclamação principal é o acesso ao crédito, quase inexistente ou quando existe é muito burocrático. A Size é uma alternativa muito mais fácil e simples. Zen, durante a sua carreira como empreendedor, já viu empresas reviverem, funcionários deixarem de serem demitidos e empresários multiplicarem o seu patrimônio e crescerem a suas empresas. E se depender dele e dos Sizers – com são chamado os colaboradores da fintech -, os números vão aumentar, e muito, nos próximos anos!

Posts relacionados

Deixe um comentário