o que é open banking

Open banking: sua definição e implantação.

Nos últimos anos, vimos grandes mudanças no sistema bancário. O surgimento de novas tecnologias e dos bancos digitais forçou todas as instituições a se adequarem às novas exigências no mercado. Mas as mudanças não param por aí e novos processos estão surgindo. Entre eles, podemos destacar o open banking.

Mas, afinal, o que é essa metodologia e como ela vem sendo aplicada no Brasil? É exatamente sobre isso que falaremos neste artigo, além de apresentar alguns de seus principais benefícios. Acompanhe!

O que é open banking?

Open banking significa banco ou sistema financeiro aberto. É uma metodologia que visa proporcionar mais liberdade aos usuários desse tipo de serviço para que eles tenham mais controle sobre seus dados e suas transações financeiras.

A ideia central por trás do conceito é a oferta de opções diferenciadas para que o cliente possa movimentar seus recursos no banco sem depender das burocracias tão comuns hoje em dia.

Assim, o formato sugere que os bancos forneçam dados de seus clientes de forma segura e com a devida padronização. O objetivo é simplificar o compartilhamento entre essas instituições, facilitando a oferta de serviços e soluções aos consumidores.

Como o open banking funciona?

Em termos práticos, o processo visa integrar dados financeiros. Imagine, por exemplo, uma empresa que tem uma conta corrente no banco A e outra no banco B. Além disso, ela tem investimentos em uma corretora e empréstimos em uma instituição financeira.

Esse mesmo sistema permite que o cliente transacione em todas essas contas de forma integrada, independentemente de horário bancário, prazos específicos de cada instituição ou dependência de aplicativos e sistemas como ocorre atualmente.

Quais são as principais vantagens do open banking?

Melhora na experiência do usuário

Sem dúvidas, a vantagem mais marcante é a melhora na experiência do usuário. Quem mais ganha com esse tipo de processo é o cliente, que poderá movimentar suas contas bancárias com mais facilidade e rapidez.

Liberdade e flexibilidade

O processo também proporciona mais liberdade para o cliente, possibilitando às instituições criarem produtos e serviços para cativar seus usuários e mantê-los em sua base.

Personalização de produtos

Como as instituições terão acesso a uma ampla base de dados, elas poderão usar esses elementos para fornecer soluções personalizadas a grupos específicos de clientes, potencializando o grau de satisfação deles.

Como esse processo contribui para o fornecimento de crédito?

Um detalhe que vale a pena mencionar é a contribuição desse processo na concessão de crédito a pequenas empresas. Atualmente, é necessário que os responsáveis pelo negócio reúnam dezenas de documentos que comprovam sua capacidade financeira.

Com o open banking, porém, não será mais necessário fornecer todos esses dados em documentos e papéis. Afinal, eles poderão ser transmitidos em meio on-line diretamente para a instituição com a qual você tem relacionamento.

Por fim, podemos concluir que o open banking é um processo que revolucionará o sistema bancário nacional, mas, principalmente, proporcionará benefícios gigantescos para os usuários desse serviço, gerando praticidade, agilidade e liberdade.

Gostou deste artigo? Então assine nossa newsletter para receber em primeira mão nossos próximos conteúdos!